domingo, 17 de abril de 2011

Pelo vale escuro

"Pelo vale escuro, seguirei Jesus" diz um velho hino evangélico,de autoria de Otoniel Motta,pastor presbiteriano.De fato,muitas vezes nos sentimos assim na caminhada cristã: andando no escuro.Eu,por exemplo,passo por depressão profunda e uma série de problemas ,e várias vezes cogitei o suicidio.Pode parecer blasfemo,mas é fato que as vezes Cristo é como apenas um farol distante,pelo qual percebemos onde devemos ir,mas não enxergamos o caminho.O que fazer? Como fazer? Por que isso acontece?


A primeira pergunta tem resposta várias vezes na Bíblia.Vejamos:

Esforça-te, e tem bom ânimo...(Js 1.6).Em várias outras passagens temos encorajamentos semelhante a esses.

No entanto,a segunda e a terceira pergunta são mais difícieis de responder.A fria explicação de que o mal é resultado do pecado que entrou no mundo com Adão,e a inocente(melhor dizendo,deprimente) afirmação de que devemos crer,e tudo ficará bem,não são suficientes para quem está na "Noite escura da alma".(pus entre aspas porque se trata do título de um livro de S. João da Cruz,grande teólogo católico do século XVI,que estudou o assunto aqui tratado) O justo Jó,apesar de ter se mantido firme em seu propósito de seguir ao Senhor, falou veementemente do seu sofrimento,e clamou para todo o universo ouvir: O que eu tenho feito para passar por isso? Por que muitas vezes o justo sofre e o ímpio prospera? Melhor ainda: Por que Deus permitiu que o pecado entrasse no mundo? E,para aqueles que não conseguem conciliar o amor divino com o inferno(alguma vez na nossa vida vamos passar por isso): Por que Deus criou o homem,se sabia de sua futura queda?

Perguntas como essa não terão uma resposta satisfatória nesta vida.Pastores pregam,teólogos dão palestras,escritores escrevem.Mas muitas vezes,nada disso adianta.Passamos por sofrimentos e inquietações tão agudas nas quais parece que nem mesmo a Bíblia é suficiente.

O que fazer? Não sei,meus irmãos.Sou um pobre pecador,como vocês! Mas o que tenho,devo compartilhar.Mostremos a Deus nossa fraqueza como o pai daquele menino,que disse:ajuda-me na minha incredulidade! Confiemos na misericórdia do Senhor,de que apesar de tudo,no final seremos salvos(e lembre-se,a salvação é pela fé,e não por obras!),que todo o sofrimento findará.

Isso que eu disse até agora é meio óbvio,não é? Mas tem me ajudado na minha caminhada cristã.Mas o que mais me conforta é saber que Jesus sabe por experiência própria o que é o sofrer.Ele,Deus em corpo e sangue humanos,sofreu muito.Nasceu numa turbulenta provincia,distante da capital do império.Viveu em meio a pobreza.Sofreu tudo o que um homem sofre.Teve medo,angústia,pavor,tristeza,decepções,sofreu injustiças.Mas jamais pecou! Sofreu caladamente todo o mal que eu e vocês sofremos,e muito mais.Se você está num jardim escuro,como eu estou,saiba que Cristo está conosco,chorando diante do Pai.Se você carrega a cruz,como eu carrego,saiba que Cristo também carrega.E se,na pior das situações,nós tivermos que ir para o Calvário,lá Ele estará,de braços abertos para nos abraçar.Eu,particularmente,sinto uma paz tão grande ao olhar a imagem do Crucificado! Eu vejo Deus passar por um sofrimento pior do que o meu por amor de mim! Cristo passou por tudo isso que estamos passando!

Não sei o que será de mim,nem de você,meu irmão.Estou em depressão profunda,e não sei qual é o teu problema.Mas sei que nesse Getsemane ,Cristo está conosco.Nesse "inverno tão sombrio,de profunda escuridão",conforme diz outro hino,clamemos: Senhor,lembra-te de mim quando entrares no Teu reino.E deixemos por um momento o pranto,para ouvir uma voz,uma voz cansada e triste,a voz de um homem sofredor,que diz: Estarás comigo no paraíso!

Um comentário:

  1. GIovani, nunca se esqueça disso:
    O vale é escuro, mas como voce disse: Deus esta com voce.


    Pode durar o choro uma noite, mas a alegria vem pela manha.

    TAlves a sua noite esteja muito longa, mas a noite sempre cede o lugar para o dia, a escuridão cede o lugar para a luz.

    ResponderExcluir