domingo, 19 de dezembro de 2010

O Natal

Final de ano,todos fazendo compras(aliás,só os que tem dinheiro).O materialismo está presente em todos os cantos.Troca de presentes,lojas cheias,e o bom velinho que dá presentes as crianças.


Ora,o verdadeiro significado do Natal se perdeu.As pessoas comemoram,mas nem sabem o que.Montam árvores,falam do papai-noel,e esquecem o que essa data deveria significar no Ocidente cristão.

O que é o Natal sem Cristo? Apenas uma festa pagã.Uma comemoração idólatra em que as pessoas adoram a si mesmas.Reunião em família,presentes,e muita comida.Para algumas pessoas,o Natal significa só isso.Ora,e os desabrigados,famintos,e que perderam pessoas queridas? Para eles então Natal não existe? Depende.Se nós comemorarmos o Natal apenas para nós mesmos,tirando Jesus,eu digo que não.Esse Natal é só uma ilusão tola de pessoas quando elas estão relativamente bem.Se vem qualquer coisa na vida,acaba o "espírito de Natal". Agora para nós,cristãos verdadeiros,mesmo em desgraças,nos alegramos no Natal,por lembrar que comemora a encarnação do Filho de Deus,e nosso Salvador ,fazendo-se como nós,para resgatar-nos.Isso sim é motivo de verdadeira alegria.A alegria da Salvação! Pobres coitados esses que se esquecem do Filho de Deus no Natal.São apenas uns iludidos.Vãos são os presentes,a comida,e toda essa falsidade.A nossa alegria é o Senhor.Ele sim nos dá a paz verdadeira,em todos os momentos de nossa vida.Você,cristão,se considere feliz por saber o verdadeiro significado dessa data.





Sobre a comemoração do Natal



Alguns,mesmo cristãos verdadeiros,se opõe a comemoração do Natal.Segundo eles alegam,não sabemos o dia certo em que Cristo nasceu.Além disso,a data 25 de dezembro era um feriado pagão.Certa seita,que usa esse argumento,não proíbe,no entanto,outros hábitos vindo dos pagãos,como o o uso de alianças de casamento.

Segundo os estudiosos,o próprio Deus se apropriou de festas pagãs,e reformou-as do modo que pudessem ser comemoradas pelo seu povo Israel.Os pagãos comemoravam com ídolos e depravação.Já os israelitas faziam para a glória do Deus verdadeiro.Os pagãos consultavam os seus deuses debaixo de árvores.E Deus assim falava com Abraão(que vivia entre pagãos),provavelmente porque este pensava que o lugar de entra em contato com o sobrenatural era nas árvores.Vale lembrar que até mesmo o batismo,sagrada ordenança do cristianismo,era usado pelos gentios antes de Cristo.Vale lembrar também que o apóstolo Paulo se apropriou do "deus desconhecido" dos ímpios para pregar-lhes.

Os cristãos viam que no dia 25 os pagãos comemoravam o seu deus,o sol.Decidiram então que era uma boa oportunidade de comemorar a encarnação do sol da justiça.Assim,enquanto os pagãos festejavam as suas vaidades,os cristãos se regozijavam na encarnação do filho de Deus para a salvação dos homens.Com o tempo,a data 25 de dezembro passou a ser lembrada no Ocidente como comemoração do nascimento de Cristo.Os deuses dos romanos viraram peça de museu.Mas o cristianismo triunfou.E assim,comemorando nessa data o nascimento de Cristo,zombamos dos deuses falsos.Eles pereceram(aliás,suas lendas,pois eles nunca existiram).Mas Cristo permanece.O seu reino é perpétuo(profecia do Salmo 45.6).Proclamamos que o paganismo é vaidade,que os falsos deuses passam,mas a Rocha Eterna permanece.Lembra-mos que os inimigos de Cristo servirão como escabelo de seus pés(Sl 110).Glória a Deus,que em vez de comemorarmos falsos deuses,comemoramos a encarnação de seu filho.Glória a Deus,que nos libertou da cegueira e dos ídolos mudos.

Outros apontam que é errado comemorar o nascimento de alguém,já que Herodes e Faraó mataram pessoas no dia de seu nascimento(aniversário).Ora,que explicação mais vazia! Herodes e Faraó eram pessoas más,e não matavam somente no dia de seus aniversários.Também devemos lembrar que Faraó não só matou um homem,mas absolveu o outro! Os próprios anjos se regozijaram no nascimento de Cristo(Lc 2.14).Como pode um cristão não se alegrar da encarnação de Nosso Senhor!?.Aquele dia foi dia de novas de alegria(Lc 2.10).

Mas porque,então,Deus não ordenou que fosse comemorado o nascimento de seu Filho? Ora,no Novo Testamento,os costumes a respeito de festas e liturgias não são citados.Deus deixou-nos a escolha de comemorar ou não.Aquele que faz diferença entre um dia e outro,para o Senhor o faz.Já o outro,considera todos os dias iguais,e para o Senhor o faz.





Sobre a árvore de Natal



Alguns apontam que os cristãos não podem usar árvores de natal,porque essas tem origem pagã.Alguns chegam até mesmo,usando uma interpretação errônea do texto,que Jeremias 10.3 proíbe-as.No entanto,se analisarmos o contexto,vejamos que a passagem se refere a ídolos.E até onde eu saiba,niguém adora árvores de natal!

Ao meu ver,é muito confusa a história das árvores de natal.Uns apontam que ela surgiu entre os cristãos da Alemanha na Idade Média.Outros dizem que ela veio do paganismo.Mas devemos lembrar,como já foi dito,que o próprio Deus se utilizou de hábitos pagãos.

O doutor Martinho Lutero utilizou-se de uma,para representar a cena do nascimento de Cristo.Assim,a minha opinião é que a árvore em si é neutra.Pode ser montada pelos crentes,se esses desejarem.Podemos até mesmo dotá-la de significado espiritual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário