quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Características do verdadeiro Evangelho- parte 1


Nos dias de hoje,existem muitos pregadores nas igrejas chamadas de "cristãs".Nos templos, auditórios, rádio,tv, Youtube eles espalham o conhecimento do evangelho.Mas de qual evangelho? Basta vermos algumas características do verdadeiro evangelho nas Escritura,e chegamos à triste conclusão que o "evangelho" ensinados por muitos pastores, bispos, apóstolos, missionários, padres e outros não são o Evagelho de Jesus.
Considerado por muitos como o texto áureo das Escrituras, João 3.16 mostra-nos que Deus nos ama,e por isso enviou Jesus para nos salvar.Seria interessante observar esses pontos com cuidado.Olhando esse texto à luz de outros,como Rm 3,11-24,podemos chegar a algumas conclusões:

1.Deus nos amou
O que prova que Deus nos amou?
R- O fato de enviar seu Filho para nos salvar. Existiria maior prova de amor do que esta? O amor do Pai do céu supera infinitamente o amor de um pai,de uma mãe

2. Éramos indignos.
Estávamos perdidos no pecado.Mesmo assim,Deus nos amou.Isso mostra que o evangelho verdadeiro mostra duas características: O fato de Deus mostrar-nos o seu coração bondoso; e a nossa tão grande culpa e injustiça,que fazia-nos merecedores da justa ira de Deus.Qualquer evangelho que prega que o homem é bom,ou que o homem tem direito de exigir qualquer coisa de Deus,é um falso evangelho.O verdadeiro Evangelho exalta a Deus e rebaixa o homem.
Devemos lembrar que a questão do mérito do homem já causou muitos problemas na igreja.Á partir do séc. V, as doutrinas do apóstata Pelágio(da Bretanha) começaram a corroer a soterologia bíblica nas igrejas.Sempre foi crença segura nas igrejas fiéis à ortodoxia bíblica que Cristo morreu para nos salvar e que nada além de sua morte pode nos reconciliar com Deus.O homem,pela justiça de Deus,deveria ser condenado.Mas aí Deus usa a sua misericórdia.
Mas quais eram os erros dos pelagianistas? Podem ser resumidos em dois: Rebaixar a Deus e exaltar ao homem.Ao dizer que o homem pode ser salvo sem Cristo,e que nasce moralmente neutro, Pelágio corrompeu a essência do Evangelho.Pode parecer que não,mas a doutrina pelagianista ainda permanece parcialmente no seio de muitas igrejas,como a  Católica Romana,várias igrejas arminianas e,de forma mais profunda,na Igreja Ortodoxa Oriental.

3. A salvação é unicamente pela graça,atravéz da fé.
Estando mortos pelo pecados,nos encontrávamos sufocados pelo terror de nossa própria maldade.Vivendo longe de Deus, tudo o que tínhamos era o pecado,e nossa herança era o castigo eterno.Mas Deus decidiu nos salvar através de Cristo,e decidiu que todo aquele que cresse com sinceridade de coração,através da fé,seria salvo.Ele nos deu uma chance,e sua luz rompeu a nossa cegueira,de forma miraculosa.Sendo nós salvos pela graça(favor imerecido) ,mediante a fé,temos paz com Deus.Nada poderá no separar do amor dEle! Portanto,todo aquele que diz que somos salvos por nossas obras,por nosso merecimento, está contrariando o verdadeiro Evangelho.

Na próxima postagem. analisaremos os efeitos do poder do verdadeiro Evangelho nas vidas daqueles que realmente servem à Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário