terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Ambrósio de Milão

Li no Livro de Oração Comum da Igreja Anglicana que hoje se comemora a memória de Ambrósio de Milão.Sabia sobre ele que foi um dos pais da Igreja escritor,e compositor de hinos(daí vem a expressão canto ambrosiano.Foi também ele quem ganhou Agostinho de Hipona para Cristo.Vamos estudar um pouco mais sobre a vida desse homem,que ousou certa vez a enfrentar o imperador?



Nasceu em 340 em Tier,na atual Alemanha.Estudou filosofia e clássicos gregos.Era um homem muito culto,excelente orador e poeta.Tornou-se governador de Milão.Ai ocorreu uma história curiosa.Quando o bispo da cidade faleceu,ouve uma disputa para a sucessão.Ambrósio foi acalmar os ânimos do povo.Falou tão bem,que o povo começou a clamar: Ambrósio para bispo! O curioso é que ele era sequer batizado na época.Foi rapidamente batizado,ordenado presbítero e bispo.Deu todos os seus bens aos pobres.
Certa vez,o imperador Teodósio massacrara uma população.Depois disso,dirigiu-se tranquilamente à igreja de Milão,para comungar.Ambrósio corajosamente se pôs no caminho do imperador,e exigiu que ele se arrependese e fizesse penitência pública para receber o corpo do Senhor.O imperador assim fez.
Ambrósio morreu em 397,deixando um grande legado para a Igreja.

Aproveitando que estamos na época litúrgica do Advento(mancada minha não ter publicado algo sobre isso),vou postar um hino de Advento escrito por Ambrósio:

1 - Vem, dos povos Salvador, de Maria a bela flor,

para o mundo se admirar: nascimento singular!

2 - Carne não o concebeu, mas do Espírito nasceu.

Homem veio o Verbo ser, nasce fruto de mulher.

3 - Eis que a virgem concebeu, ficou casto o corpo seu.

Virtuosa se mostrou, nela Deus se revelou.

4 - Renunciou ao trono seu no esplendor lá do alto céu.

Homem vero, vero Deus põe-se a andar os trilhos seus.

5 - Seu caminho sai do Pai, para o Pai de novo vai.

Desce ao mundo infernal, volta ao trono celestial.

6 - Tu que és ao Pai igual, vence a carne com seu mal.

Com teu eternal poder vem a carne socorrer.

7 - Teu presépio em esplendor, noite brilha com fulgor.

Treva ali não pode entrar, sempre a fé há de brilhar.


8 - Glória a Deus, o Pai no céu, Glória a Cristo, o Filho seu.

Glória ao Espírito também Sempre aqui e lá no além.

http://www.lutero.com.br/novo/hinos_15.php
 
Soli Deo Gloria!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário